Top Menu

Cinema | Uma Quase Dupla (2018)

Image result for uma quase dupla


Vou confessar, estava ansioso para assistir Uma Quase Dupla desde que assisti o trailer. Estava na expectativa de que fosse ser um Brooklyn 99 versão BR Hue Hue, o que por si só seria genial.
Não fui com hype baixo, mas também não esperava um clássico do cinema nacional, queria um besteirol genérico com piadas bobas e físicas e foi exatamente o que eu recebi.
Sinopse: Quando uma série de assassinatos abala a rotina da cidade de Joinlândia, o calmo e pacato subdelegado Claudio (Cauã Reymond) receberá a ajuda da destemida e experiente investigadora Keyla (Tatá Werneck) nas investigações. No entanto, a diferença de ritmo e a falta de química dos dois só atrapalhará a solução do caso.
O filme em si tem uma história bem limitada e os personagens são arquétipos caricatos do que é a força policial de uma cidade pequena do interior e o que é um policial que vem de uma cidade grande como o Rio de Janeiro, e as piadas geralmente rodam ao redor disso, além de parodiar descaradamente aquelas “técnicas” fictícias a lá Sherlock de cheirar, lamber e basicamente se esfregar na cena do crime e automaticamente reconstruir mentalmente como o crime aconteceu, com base nesses sentidos, para além da observância dos arredores (o que, convenhamos, realmente é ridículo, se você parar para pensar. Quem diabos lambe evidência para algo? Manda para a análise, Sherlock, seu porco imundo dos infernos!).

Algumas das piadas em si são forçadas e a comédia nem sempre funciona, mas ainda é um bom filme que valeu o tempo que eu separei da minha tarde para comer aquela pipoquinha que custou praticamente meu rim, no cinema, e dar umas boas risadas de um Cauã Reymond abobado e uma Tatá Werneck sendo a Tata em sua mais pura essencia.


Como um comentário pessoal tangencialmente relacionado ao filme: O Daniel Furlan tá em praticamente tudo produzido no Brasil agora??? Olha, a carreira do menino realmente tá indo para frente. Ele praticamente virou a Anitta do audiovisual!


Postar um comentário

Copyright © Sons of Series. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018