Top Menu

Cinema | Com Amor, Simon (2018)



Ao dar uma breve lida na sinopse de Com Amor, Simon, pode nos parecer que estamos diante de mais um drama adolescente que tem como diferença o apelo ao público LGBTQ, mas não se deixe enganar, apesar de alguns clichês do gênero, ele é um filme muito bem construído.

No filme acompanhamos Simon, um adolescente de dezessete anos que tem um vida normal e tranquila em uma cidade do subúrbio dos EUA, se não fosse pelo detalhe dele ser gay e ninguém saber sobre isso. O filme vai lidar com as suas inseguranças em relação a isso, se, como e quando revelar ao mundo que é gay, o medo dos olhares e tratamento diferenciado da parte de familares, amigos e companheiros de classe. Essas inseguranças só são, de certa forma, reconfortadas ao saber que existe mais uma pessoa em seu colégio que passa pelo mesmo drama que ele. Nós não sabemos como, mas um post dessa pessoa desabafando sobre ter um segredo que não pode contar a ninguém é colocado num site de notícias do colégio, uma espécie de Gossip Girl livre para qualquer estudante se expor, não só de maneira pessoal.

Nessa pessoa, Blue, Simon vai encontrar um ombro amigo para se confessar sem precisar se expor, e vice-versa. Com isso, acompanhamos Simon na procura da identidade de Blue, e nisso o filme conseguiu deixar aberta várias possibilidades que só são desvendadas em seu final.
Um dos pontos positivos é Simon não ser um personagem gay clichê, ele não está ali como parte do comic relief, não é amante de música pop, ele não é lascivo, e não é nem um pouco efeminado; apenas um clichê é apresentado: ele faz teatro.

Talvez possamos ter a ideia de lascividade por Simon fantasiar Blue em algumas pessoas ao seu redor a partir da pouca informação que obtém, mas isso nada mais é que a busca de uma forma e identidade para a pessoa com que ele se sente mais íntimo no momento, uma forma de tentar se aproximar e finalmente poder se expor e ser quem ele realmente é, com alguém pessoalmente.

E existe sim um personagem bastante efemidado no filme, mas eles não são melhores amigos ou precisam andar juntos só pelo fato de serem gays. Eles são um contraponto um do outro ao se abordar personagens gays no cinema e em mídias em geral, mas isso não quer dizer que esse personagem seja mal constuído ou mal trabalhado. O diálogo entre os dois é importante para nos mostrar que as vidas das pessoas vista de fora nem sempre são tão fáceis quanto imaginamos.

Vale dizer que Simon não é um personagem sem falhas, ao ver a possibilidade de ter seu segredo exposto, ele chega a ser manipulador com as pessoas com que mais se encontra próximo no dia-a-dia, isso só vai deixa-lo cada vez mais confuso sobre o modo em que deve/precisa agir, e vemos nisso parte dos dilemas e responsabilidades com que temos que lidar ao amadurecermos nessa fase delicada da vida.

********* SPOILER ALERT ***********

Uma das notas negativas do filme fica com a facilidade da aceitação de 99% dos personagens com a sexualidade de Simon, isso faz com que o filme ganhe um quê utópico, pois sabemos que, infelizmente, essa não é a realidade para a maioria das pessoas LGBTQ no mundo. De certa forma, faz passar todo o drama de Simon com seu segredo como algo banal e desnecessário. Outra nota negativa é a descoberta da identidade de Blue também foi tratada de forma simples, fofa, mas ainda assim simples. É um pouco irreal pensar que alguém que te bloqueou por ter as suas conversas vazadas vá “sair do armário” na frente do colégio inteiro, só porque você está se sentindo mal com isso. Ela poderia ter sido mais bem trabalhada.

********* SPOILER ALERT *********** 

No balanço geral, podemos dizer que Com Amor, Simon é um filme coming of age leve, engraçado, atual e, em alguns momentos, emocionante. Pode ser um bom filme para se inciar um diálogo com alguém próximo, mesmo com familiares homofóbicos, pois não tem muito com o que se escandalizar ao longo dele, e mostra o medo da reação de entes queridos diante da exposição da sua sexualidade. Muitos podem se identificar, independentemente da sexualidade, pois acima de tudo, é um drama envolvendo pessoas em fase de amadurecimento.


Postar um comentário

Copyright © Sons of Series. Designed by OddThemes & SEO Wordpress Themes 2018